15 estatísticas surpreendentes da computação em nuvem e o seu trabalho

Nos últimos anos tem se falado muito sobre a computação em nuvem, não é mesmo? Com os avanços da tecnologia e a popularização da rede mundial de computadores, cada vez mais as empresas optam por armazenar arquivos online e utilizar programas baseados na internet.

Na verdade, até mesmo na vida pessoal o cloud computing roubou a cena. Hoje, muitas pessoas armazenam suas fotos e documentos diretamente na web.

Não há dúvidas de que a nuvem ganhou importância em todos os cenários de TI possíveis. Se antigamente quase todo investimento se concentrava em infraestrutura para poder guardar documentos virtuais e executar as diferentes opções de software, hoje a área de tecnologia de informação tem uma atuação mais estratégica.

Diante desse cenário, quem não fica curioso para saber o que está por vir? Será que a cloud computing fará com que mais empresas adotem o modelo de home office? Qual é a relação da nuvem com o futuro do trabalho? Para esclarecer essas dúvidas, preparamos uma coletânea de estatísticas da computação em nuvem com fatos surpreendentes. Acompanhe!

1. Cada vez mais empresas executam tarefas na nuvem

Atualmente, 79% das organizações já utilizam a nuvem para cumprir atividades. Enquanto algumas dessas companhias ainda estão em um estágio inicial, outras já fazem a maior parte dos processos online. Independentemente disso, as atividades são divididas quase que em partes iguais entre nuvens públicas e privadas.

2. O uso de cloud computing no Brasil não para de expandir

Você sabia que de 2014 para 2015 o uso de cloud computing no Brasil já havia dobrado? Depois disso, o crescimento se espalhou, chegando a uma realidade na qual a maioria esmagadora das organizações já adota a computação em nuvem em algum grau.

3. A computação em nuvem facilita a tomada de decisões

Hoje, 69% das empresas líderes de mercado usam a computação em nuvem para tomar decisões baseadas em fatos. A nuvem ajuda as empresas a acessar informações confiáveis rapidamente nos momentos em que as decisões precisam ser tomadas. Ela também permite gerar análises amplas e sofisticadas, facilitando o trabalho estratégico e gerencial.

4. É possível medir o impacto da computação em nuvem

Em 2017, 74% dos diretores de TI afirmaram que a computação em nuvem teria o maior impacto mensurável em seus negócios. As plataformas na nuvem não apenas permitem a escalabilidade, como também proporcionam modelos de negócio mais rentáveis.

5. Empresas que utilizam computação em nuvem registram alto crescimento

A gigante Amazon, conhecida por ser uma entusiasta da computação em nuvem, tem apresentado crescimento de 43% ano após ano. A organização conta com um modelo baseado na atuação digital, sendo referência de uso de cloud computing e em vendas online. Seu crescimento continua surpreendendo a cada ano.

6. A computação em nuvem é fundamental para os líderes de mercado

Entre as empresas líderes, 63% afirmam que a computação em nuvem é parte imprescindível de sua aplicação e integração de tecnologias móveis. O mobile é um meio importante de inovação, seja para smartphones, tablets ou até produtos mais ousados, como o Google Glass. A nuvem fornece a infraestrutura escalável que as aplicações de hoje exigem.

7. O capital direcionado para soluções em nuvem cresce rapidamente

Essa taxa de crescimento é 4,5 vezes maior do que os investimentos gerais em TI. E a expectativa é que até 2020 essa taxa chegue a 6 vezes. Estima-se que o investimento total na computação em nuvem passará de 67 bilhões de dólares em 2015 para 162 bilhões de dólares em 2020.

8. O mercado mundial de computação em nuvem está na casa dos bilhões

Em 2017, o tamanho do mercado mundial já era de 130 bilhões de dólares. Lembrando que em 2015, conforme citamos acima, esse número era de 67 bilhões de dólares. Portanto, repare no ritmo de crescimento. Acelerado, né?

9. Empresas líderes demonstram maior interesse em usar cloud computing

Quando comparadas aos concorrentes, empresas líderes dos seus segmentos têm interesse 136% maior em usar computação em nuvem para inovar o relacionamento com clientes. O cloud computing ajuda a integrar processos e sistemas para atender melhor os clientes. Somado a isso, as interações passam a ser em ambientes virtuais nos quais tudo ocorre de forma ágil e prática. E quando o cliente ganha facilidade, a marca tem mais chances de fidelizá-lo.

10. Soluções “as a service” estão impulsionando o investimento em nuvem

Até o final de 2018, estima-se que o investimento total em IT-as-a-Service para centros de dados, software e serviços chegue a 547 bilhões de dólares. Soluções “as a service” (como serviço) têm tudo a ver com a computação em nuvem. Nesse ritmo, até 2021 ou 2022 os investimentos em TI como um serviço deverão representar metade de todo o capital direcionado à TI mundialmente.

11. Cloud computing facilita as mudanças em modelos de negócios

71% das empresas líderes têm usado SaaS para mudar o modelo de negócios da sua organização. Quando os processos de uma companhia estão baseados na nuvem, as mudanças se tornam muito mais rápidas e fluidas. Além disso, graças à computação em nuvem, hoje é possível escalar negócios facilmente à medida que as empresas crescem.

12. A indústria SaaS cresce em ritmo acelerado

Até 2021, 75% do total de cargas de trabalho na nuvem serão SaaS (Software-as-a-Service). Em 2016 esse número era de 71% em 2016.

13. Graças à computação em nuvem, o investimento em infraestrutura está caindo

Até 2021, 16% do total de cargas de trabalho na nuvem serão IaaS (Infraestructure-as-a-Service). Em outras palavras, o percentual vai cair, já que em 2016 era de 21%.

14. O investimento em PaaS deve subir levemente

Até 2021, 9% do total de cargas de trabalho na nuvem serão PaaS (Platform-as-a-Service). O número deve subir levemente comparado aos 8% de 2016.

15. A quantidade de dados armazenados na nuvem vai quintuplicar

De acordo com as previsões, o crescimento de informações mantidas em nuvem deverá multiplicar em 4,6 vezes de 2016 até 2021.

Viu só? As estatísticas são surpreendentes e o futuro é promissor para as empresas que se decidirem a apostar na computação em nuvem. Depois de conhecer os dados dessas pesquisas, fica claro que esse é um caminho sem volta. Ou seja, o cloud computing realmente é um tipo de solução capaz de mudar para sempre a nossa relação com o trabalho, facilitando inúmeras tarefas e processos.

Se você gostou deste artigo sobre as estatísticas da computação em nuvem, aproveite para compartilhá-lo nas suas redes sociais e divida essas informações com os seus contatos!

The post 15 estatísticas surpreendentes da computação em nuvem e o seu trabalho appeared first on Blog SoftwareONE Brasil.


Fonte: softwareone.com/feed

Compartilha aí!!

Comentários