A Microsoft está em constante evolução e, sendo uma empresa baseada em dados, sempre procura transformar a indústria de software conforme as tendências e as necessidades dos clientes.

Existem alguns modelos de licenciamento que sobreviveram ao longo do tempo (como o Enterprise Agreement e o Open), e há outras ofertas que mudaram nos últimos anos. Em 2018, por exemplo, o foco foi em uma parceria entre a Microsoft e Cloud Solution Providers, ou CSPs.

Nosso objetivo, neste post, é esclarecer as principais dúvidas que você possa ter sobre o CSP. Está interessado e quer ficar por dentro desse assunto? Então, é só seguir a leitura e conferir todas as informações agora mesmo!

O que é Cloud Solution Provider?

O Cloud Solution Provider (CSP) é um programa que permite aos provedores de soluções controlar, licenciar e oferecer suporte a certas ofertas de licenciamento da Microsoft.

Trata-se, portanto, de um veículo em que os provedores de soluções podem ir além de simplesmente revender o licenciamento, oferecendo mais valor e se envolvendo mais no negócio dos seus clientes.

Entre os exemplos mais populares do CSP estão, o Microsoft 365, o Dynamics365 e o Azure.

Quais são os benefícios do licenciamento por meio do modelo CSP?

O licenciamento por meio do Cloud Solution Provider gera diversos benefícios para as empresas. Os principais deles serão elencados na sequência. Veja!

Flexibilidade

No cenário de TI atual, as empresas são obrigadas a estarem vinculadas com um contrato de licenciamento de, no mínimo, três anos. Essa realidade não é interessante para as startups e os escritórios remotos que estão em fase de arranque. Afinal, o empreendedorismo está se movimentando para se tornar cada vez mais ágil e menos dependente de uma única solução.

Com o licenciamento por CSP, as organizações têm flexibilidade para escolher os programas que desejam usar, de acordo com a demanda de trabalho. A ideia é que os recursos estejam disponibilizados em um serviço de armazenamento em nuvem, sem que seja necessário fazer assinaturas de todos os softwares utilizados para o trabalho, por exemplo.

Pare e pense: qual foi a última vez que você fez login em cada um dos programas que a sua empresa tem a licença adquirida? Se o uso não é tão recorrente, uma licença 365 pode ser muito mais viável e econômica.

E quais são as suas estratégias para criar perfis de usuários e dar privilégios para o uso de cada solução? Questões como essas podem ser respondidas pelo seu fornecedor CSP.

Suporte

No que se refere ao suporte de CSP, é preciso deixar claro que ele é gerenciado pelo provedor. Nesse sentido, existem diretrizes que devem ser cumpridas para que essa responsabilidade seja totalmente assumida.

O provedor de serviços é o primeiro ponto de contato para solicitações de suporte. Porém, por se tratar de algo que é gerenciado por cada prestador, pode ser que alguns tenham mais recursos do que outros.

Existem alguns provedores que definem diferentes níveis de suporte, dependendo da estrutura da empresa atendida. Já outros, seguem um padrão de atendimento para todos os clientes.

Qual é a abordagem da SoftwareONE para os tipos de suporte?

No que se refere à abordagem para os tipos de suporte, a SoftwareONE trabalha com base em três pilares. São os seguintes:

  • suporte clássico: suporte técnico e administrativo focado em seu serviço planejado e não planejado e pedidos de incidentes à medida que surgem;
  • apoio consultivo: orientações de uso e repostas para questionamentos próprios de cada empresa, funcionando como uma consultoria;
  • análise do uso acima e além da visibilidade oferecida pela Microsoft: fornecimento do controle dos seus dados para maximizar seu ROI.

É preciso ter a certeza de que você está obtendo o máximo dos recursos oferecidos pelo seu provedor. Caso contrário, corre-se o risco de esse ser apenas mais um investimento sem retorno para o seu negócio.

Recursos adicionais

Historicamente, as empresas compram os licenciamentos de produtos da Microsoft de um revendedor. Em seguida, contratam um terceiro para fazer as migrações e instalações necessárias, caso não haja uma equipe de TI interna para a realização dessas atividades.

Porém, o mundo da TI está em constante evolução, e os provedores de soluções podem ajudar com serviços gerenciados. Assim, os clientes podem contar com todas as tarefas sendo desenvolvidas por um único fornecedor. É o que acontece ao contratar soluções de CSP.

Se você já é cliente de um provedor, essa empresa tem informações sobre a estrutura do seu negócio e é capaz de oferecer uma visão ampla sobre a implementação de projetos. Também consegue oferecer recursos adicionais, como o suporte técnico e a recomendação de produtos, para que você possa seguir com a organização em pleno funcionamento.

Você necessita de análises proativas para o seu negócio e dicas para otimizar os gastos? Ao adotar uma solução 365 você terá esses serviços, uma vez que é oferecida uma espécie de consultoria.

Quando contratar uma solução CSP, portanto, verifique quais são os recursos que o provedor oferece para o gerenciamento dos programas em nuvem.

É importante que você tenha a recomendação de especialistas no assunto, no que se refere à seleção de produtos e serviços utilizados nas atividades que envolvem a informática na sua empresa. A consultoria 365 também pode ajudar nesse sentido!

É preciso mover todos os seus trabalhos de uma vez para CSP?

A resposta para essa pergunta é: não! Você não precisa mover todos os trabalhos para a CSP, sendo possível fazer a migração aos poucos, caso essa estratégia seja mais eficiente para a sua empresa.

É possível, portanto, manter um ambiente híbrido no negócio, com algumas soluções em nuvem e outras com licenciamento próprio, como já vinha acontecendo anteriormente.

Quais são as principais ofertas de licenciamento?

Como explicamos, as principais ofertas de licenciamento de Cloud Solution Provider são o Microsoft 365, o Dynamics 365 e o Azure. Observe, agora, as principais informações sobre cada uma delas.

Microsoft 365

O Microsoft 365 é um conjunto de softwares populares da Microsoft que são vendidos juntos e utilizados por praticamente todas as companhias, independentemente do setor em que atuam.

Ao fazer a assinatura desse pacote, será pago um determinado valor para usar de forma ilimitada programas como o Word, o Excel e o PowerPoint. Dessa forma, será possível utilizar todos eles sem que seja necessário pagar altas taxas de maneira isolada.

Além disso, ao fazer o licenciamento do Microsoft 365, você terá outras vantagens, como a possibilidade de armazenar até 1 TB em nuvem, por meio do aplicativo OneDrive. Também será possível fazer ligações para telefones fixos utilizando o Skype, o que reduz as suas contas telefônicas.

Dynamics 365

O Dynamics 365, por sua vez, é um serviço que proporciona o uso de ferramentas como o Power BI e a Cortana Intelligence. A ideia é que essas funcionalidades, que geralmente são implementadas apenas em grandes companhias, também possam ser utilizadas por empresas de pequeno e médio porte.

O Power BI é uma solução nativa que coleta e fornece dados para as organizações. Tais informações podem servir como base para a tomada estratégica de decisões, fazendo com que as empresas se destaquem em relação à concorrência.

Azure

O Azure é um serviço de armazenamento de dados em nuvem. Ele permite que sejam criados, gerenciados e implementados aplicativos, sem que seja necessário fazer instalações nos computadores das empresas. Isso é ótimo para as companhias que têm colaboradores em esquema de home office, por exemplo.

O que são modelos tier 1 e tier 2?

Existem dois modelos de Cloud Solution Provider: o tier 1 e o tier 2. O primeiro deles é direto e o segundo é indireto.

Basicamente, a diferença entre o tier 1 e o tier 2 é que o primeiro requer uma infraestrutura robusta para permitir a propriedade de ponta a ponta do relacionamento da empresa com os seus clientes.

Já o modelo indireto oferece às empresas a possibilidade de trabalhar com parceiros, ou seja, revendedores, que fornecem as ferramentas e os recursos necessários para a execução das atividades.

Esperamos que este post tenha sido útil e que agora você saiba mais sobre o Cloud Solution Provider. Afinal, trata-se de uma solução que é muito interessante para as empresas contemporâneas.

Todo cliente tem definições específicas e critérios para o sucesso — deixe a SoftwareONE ajudar a sua organização em ambos os pontos. Se você quiser saber mais sobre as nossas ofertas de suporte à nuvem e como pode perceber o valor em seu ambiente, entre em contato conosco agora mesmo! Será uma satisfação contribuir com o seu negócio!

The post O que é cloud solution provider? appeared first on .


Fonte: softwareone.com/feed

Comentários